Relatos
  • Local

Barra Beach Club, um hostel com cara de casa de praia

Sabe aquele tipo de hostel que a gente pode chamar de casa…? Então, foi assim que o @poraidemochila se sentiu no hostel Barra Beach Club.

img-20160926-wa0030Para todo viajante é essencial encontrar um cantinho que a gente possa se sentir confortável, acolhido, e poder interagir com outros. A ideia do hostel Barra Beach Club se encaixa perfeitamente nesse conceito.

foto2-floripaO hostel é localizado na Barra da Lagoa, Florianópolis, e fica em frente à praia, literalmente. O Barra Beach possui uma ampla área verde, e conta com diversos ambientes e lounges para que os viajantes possam relaxar e se conhecerem melhor.

foto3-floripaOs staffs são super atenciosos, educados, e sempre dispostos a agradar aos hóspedes. O proprietário, Jimmy, um americano bom de papo que tem o português na ponta da língua, veio de Nova York a Floripa há alguns anos, e se encantou com a magia do lugar. Não hesitou. Está aqui desde então. Há também o hermano Gabriel, vizinho nosso, argentino e muito gente fina. Estamos todos em casa. É assim que a Joana, portuguesa, também se sente aqui no Barra Beach. Uma casa também para a Nicoly, americana, vem com aquele sorriso no rosto (sempre), e sendo seguida pra cima e pra baixo pelo seu cãozinho que se chama “frango”. Se fosse descrever cada característica de cada funcionário aqui, acabaria me perdendo nas palavras, mas se for pra descrever em uma só palavra o Barra Beach, eu diria essa aqui: Família

foto4-floripaFamília boa é aquela que trabalha em equipe. Esse é um outro ponto positivo do Barra Beach. Os quartos são bem cuidados, arrumados e limpos todos os dias. Fiquei surpreso quando voltei do café da manhã ao quarto, e havia encontrado minha cama totalmente arrumada.
Além do quarto compartilhado com 10 camas (nesse que fiquei), há um quarto feminino com 3 e 4 camas, mais 3 quartos mistos com 4 camas, e um quarto masculino com 3 e 4 camas. Já pra quem curte mais privacidade, tem um quarto para casal e um privativo duplo com duas camas de solteiro, ambos com vista privilegiada para o mar. Um espetáculo!

foto5-floripaO wifi funciona em toda a área do hostel, inclusive nos quartos privativos, menos nos dormitórios compartilhados, já que a galera quer saber mesmo é de interagir com outros viajantes.
Há uma cozinha bem espaçosa onde se podem guardar seus alimentos na geladeira, armário, e cozinhar à vontade.

foto6-floripa

Essa área se extende a sala de jogos, que conta com uma mesa de sinuca, tênis de mesa e uma estante de livros de viagens. É uma ótima opção pra conhecer a galera!

foto7-floripa

O café da manhã está incluído, e liberado a partir das 7h30 às 10h30. Você começa o seu dia com um café da manhã reforçado e saudável com uma vista sensacional do Tower Bar.

foto8-floripaTodas as noites das 19h às 19h30, tem caipirinha (a melhor que já bebi) grátis feita pelo japa. O Tower Bar está aberto das 12h às 23h.
Para quem quiser jantar no Tower Bar, o Barra Beach oferece diversos pratos da cozinha italiana e brasileira, especialmente elaborados por uma chef vinda da Itália.

foto9-floripaO Barra Beach Club também oferece pranchas, wetsuits, e artigos de praia gratuitamente aos hóspedes. Essa seria uma boa hora pra quem quiser aprender a surfar.

foto10-floripaNesses três dias hospedados no Barra Beach, percebemos que o diferencial desse hostel é o modo como ele funciona. Sabe aquela casa de praia que curtimos com amigos num final de semana? É bem isso. Nem mais, nem menos. O que torna o lugar único é a simplicidade do ambiente unida ao toque familiar. Bem-vindo ao Barra Beach Club.

Escrito por: @mathsaul – Editor de conteúdo

foto13-floripa

foto12-floripa

foto11-floripa

Mais informações acesse: http://www.barrabeachclub.com/

botão pesquisar preços

Veja também:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>