Nissan Magnite, o novo SUV 1.0 turbo chegando ao mercado, com uma média impressionante de 18,75 km/l na rodovia

Compartilhe:

Aqui você encontra:

Nissan Magnite, o novo SUV 1.0 turbo chegando ao mercado, com uma média impressionante de 18,75 km/l na rodovia
Foto: Divulgação/Nissan Magnite

A Nissan, conhecida por sua confiabilidade e robustez, surpreende o mercado automotivo com o lançamento do Magnite, um mini SUV que combina design inovador, eficiência e um motor 1.0 turbo.

O Nissan Magnite, um SUV subcompacto, emerge como uma proposta inovadora no segmento de entrada. Compartilhando plataforma com o Renault Kwid e posicionando-se abaixo do popular Kicks, o Magnite se destaca como o SUV mais acessível da Nissan a nível global.

Com 3,99m de comprimento, 2,50m de entre eixos, 1,7m de largura e 1,57m de altura, o Magnite é surpreendentemente leve, pesando apenas 1039kg. Seu design cativante inclui uma grade cromada elegante, capô com vincos distintos e um conjunto ótico totalmente em LED. O carro também oferece opções de pintura bitom, maçanetas e molduras cromadas, além de rodas de 15 polegadas com acabamento diamantado.

O interior do Magnite, embora utilize bastante plástico rígido, oferece espaço adequado para quatro adultos e uma criança, com um porta-malas de 336 litros. Seus equipamentos modernos incluem chave presencial, carregamento de celulares por indução, volante multifuncional, painel digital configurável e sistema de climatização com saídas de ar traseiras.

Motorização e desempenho do novo Nissan Magnite

O Magnite é impulsionado por um motor turbo de três cilindros de 1.0l, que entrega 100 cavalos de potência e 11,8 kgfm de torque. Apesar de seu tamanho modesto, o Magnite oferece um desempenho notável, principalmente em termos de eficiência de combustível, com uma média impressionante de 18,75 km/l na rodovia.

Os motoristas podem escolher entre uma transmissão manual de seis marchas ou uma transmissão automática tipo CVT que simula até sete velocidades, oferecendo uma experiência de condução flexível e agradável.

Em termos de segurança, o Magnite é equipado com seis airbags, controles de tração e estabilidade, freios a disco com ABS na dianteira e tambor na traseira, controle dinâmico de chassi e um sistema de câmeras 360º. Estes recursos garantem uma abordagem abrangente em termos de segurança e controle do veículo.

Comparativo entre Nissan Magnite e Fiat Pulse

No mercado brasileiro, o Nissan Magnite enfrentaria uma forte concorrência do Fiat Pulse, um dos principais SUVs subcompactos no país. Enquanto o Magnite se destaca com seu motor turbo 1.0 de 100 cavalos e eficiência de combustível impressionante, o Fiat Pulse oferece um design robusto e um interior que, embora repleto de plástico duro como o Magnite, é reconhecido por seu conforto e praticidade.

O Pulse, com opções de motorização que incluem um 1.0 turbo semelhante e um 1.3 aspirado, também se destaca pela variedade de escolhas para o consumidor. Ambos os veículos oferecem tecnologias modernas e recursos de segurança, mas o Magnite pode ter uma vantagem com sua leveza e economia de combustível, enquanto o Pulse conta com a vantagem de já estar estabelecido e bem-recebido no mercado brasileiro.

Potencial no mercado do Brasil

Com a reorganização dos lançamentos devido à pandemia, a Nissan está focando na nova segunda geração do Kicks, prevista para chegar ao Brasil em 2024. Embora o lançamento do Magnite no Brasil tenha sido adiado, sua introdução futura poderia complementar a gama da Nissan, atendendo a um público mais amplo com um SUV de entrada eficiente e acessível.

Embora bem recebido na Índia, a Nissan ainda não tem planos imediatos de trazer o Magnite para o Brasil. No entanto, se houver possibilidade de produção nacional, o Magnite poderia ser uma adição promissora ao mercado brasileiro, oferecendo uma alternativa eficiente e moderna no segmento de SUVs subcompactos.

O Nissan Magnite, com seu design inovador, motor turbo eficiente e recursos de segurança abrangentes, representa uma proposta atraente no crescente segmento de SUVs subcompactos. Sua chegada ao Brasil, embora incerta, é aguardada com expectativa, dada a sua combinação de eficiência, espaço e tecnologia a um preço competitivo.

Encontrou algo errado ou não atualizado? Fale conosco deixando um comentário ou enviando um e-mail para: poraidemochilawp@gmail.com

Encontrou algo errado ou não atualizado? Fale conosco deixando um comentário ou enviando um e-mail para: poraidemochilawp@gmail.com