Toyota Mirai: o pioneiro elétrico movido a hidrogênio, que em último teste sua autonomia passou de 1000 km

Compartilhe:

Aqui você encontra:

Toyota Mirai: o pioneiro elétrico movido a hidrogênio, que em último teste sua autonomia passou de 1000 km
Foto: Divulgação/Toyota Mirai

O Toyota Mirai simboliza um marco na indústria automobilística, oferecendo uma alternativa ecológica e eficiente aos veículos elétricos tradicionais.

Em meio à crescente busca por veículos com zero emissões, a Toyota, líder mundial entre as montadoras, destaca-se com um avanço tecnológico notável: o Mirai, um carro elétrico movido a hidrogênio. Diferenciando-se de concorrentes como a Tesla e a BYD, que focam em veículos elétricos alimentados por tomadas, a Toyota aposta em uma solução sustentável e inovadora que dispensa a necessidade de recarga convencional, prometendo mudar o panorama do mercado de veículos elétricos.

Uma tecnologia revolucionária

O Toyota Mirai, cujo nome significa “futuro” em japonês, é alimentado por um motor elétrico dianteiro de 184 cavalos e 30,5 kgfm de torque, sustentado por baterias de 1,24 kWh. A genialidade do Mirai reside em seu sistema de alimentação que, ao invés de depender de carregamentos via tomada, utiliza um tanque de hidrogênio. Este método não só gera energia para as baterias através de uma reação química entre o hidrogênio e o oxigênio, mas também se destaca por emitir apenas vapor d’água, eliminando completamente as emissões de CO2.

Desempenho e autonomia do Toyota Mirai

Com uma aceleração de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos e uma velocidade máxima de 175 km/h, o Mirai alia desempenho a uma eficiência incomparável. Sua autonomia, segundo a Toyota, chega a 650 km com um tanque de hidrogênio, porém, em testes recentes, o Mirai ultrapassou as expectativas ao percorrer 1360 km, estabelecendo um novo recorde no Guinness Book.

Design e conforto

O Mirai não deixa a desejar no quesito estético, apresentando um design moderno e atraente. Com dimensões generosas, oferece um interior espaçoso e luxuoso, equipado com tecnologias avançadas e materiais de alta qualidade. Seu conjunto de equipamentos inclui ajustes elétricos nos bancos, sistema de som JBL, carregamento por indução para celulares, entre outros, garantindo uma experiência de condução confortável e segura.

A aposta da Toyota no hidrogênio como combustível reflete um compromisso profundo com a sustentabilidade e a inovação. Além do Mirai, a montadora japonesa expande suas pesquisas para incluir veículos comerciais e de pequeno porte movidos a hidrogênio, em colaboração com outras grandes marcas do setor automotivo.

Desafios e perspectivas no Brasil

A apresentação do Mirai no Brasil gerou curiosidade, mas sua introdução no mercado enfrenta obstáculos, principalmente pela falta de infraestrutura para veículos elétricos e, mais ainda, para a tecnologia a hidrogênio. Esse cenário ressalta a necessidade de um planejamento estratégico e de longo prazo para a implementação dessa tecnologia inovadora.

Sua tecnologia de ponta, aliada ao compromisso da Toyota com o meio ambiente, coloca o Mirai como um precursor na transição para um futuro mais sustentável. O debate entre veículos elétricos plug-in e movidos a hidrogênio está apenas começando, e o Mirai certamente desempenhará um papel crucial nessa evolução.

Encontrou algo errado ou não atualizado? Fale conosco deixando um comentário ou enviando um e-mail para: poraidemochilawp@gmail.com

Encontrou algo errado ou não atualizado? Fale conosco deixando um comentário ou enviando um e-mail para: poraidemochilawp@gmail.com